Aprende a adelgazar con Apoyo

A LEI DA ATRAÇÃO - A MAIS PODEROSA LEI DO UNIVERSO

Escrito por adelgazarconapoyo 26-12-2006 en General. Comentarios (6)

Watch your thoughts; they become words.
Watch your words; they become actions.
Watch your actions; they become habits.
Watch your habits; they become character.
Watch your character; it becomes your destiny.
(Frank Outlaw)
Cuide dos seus pensamentos; eles se tornam palavras.
Cuide das suas palavras; elas se tornam ações.
Cuide das suas ações; elas se tornam hábitos.
Cuide dos seus hábitos; eles se tornam seu caráter.
Cuide do seu caráter; ele se torna seu destino.

 

If you think you can, or if you think you can’t, either way

 you’re right.
(Se você pensa que você pode, ou se você pensa que

 não pode, de qualquer forma você está certo.)
Henry Ford.

Cada pensamento vibra, cada pensamento irradia um sinal, e cada

 pensamento atrai um sinal de volta que combine com ele.  Chamamos a

este processo de Lei da Atração.

 

A Lei da Atração reza: Semelhante atrai semelhante. Assim, você pode

ver a Lei da Atração como um Diretor Universal que cuida para

que todos os pensamentos que combinam entre si se alinhem.

 

Este princípio pode ser entendido quando você liga seu rádio e

 deliberadamente o sintoniza com o sinal da torre de transmissão. Se

 você gira o seletor até o 98.6 FM você não espera ouvir o que está

sendo transmitido na frequência 101 FM.  Você sabe que a frequência

 vibratória do rádio deve combinar , e a Lei da Atração concorda

 com você.

 

Por isso, na medida que sua experiência o induz a lançar projéteis

de desejos, você precisa encontrar formas de manter-se consistentemente

em harmonia vibratória com tais desejos para que possa receber a

manifestação deles.

Para O Que Você Está Dando Sua Atenção?

Sempre que está dando atenção a alguma coisa você

está emitindo uma vibração, e a vibração que emite

 é o mesmo que pedir por algo, que é igual ao seu ponto

de atração.

 

Se há alguma coisa que deseja que não tem agora, você

só precisa colocar sua atenção nisto e, pela Lei da Atração, isto que deseja virá

 a você, porque ao pensar nesta coisa ou ao experimentar seu desejo, você

 emite uma vibração, então, pela Lei, esta coisa ou experiência deve vir

para você.

 

Entretanto, se existe alguma coisa que você queira que ainda não tem,

e você colocar sua atenção em seu atual estado de não ter o que deseja,

então a Lei da Atração continuará a combinar com a vibração de não ter

o que deseja, e você continuará não tendo o que deseja. Esta é a Lei.

 Abraham-Hicks - Ask and It Is Given - pags 25 e 26 - Tradução de Claudia Giovani


 



Lei da Atração

Lembre-se: Você vive num Universo Vibracional onde todas as coisas

são administradas pela Lei da Atração.

 

Você manifesta aquilo em que pensa, seja  algo desejado ou indesejado.

Assim que, através de sua atenção, você adquire alinhamento vibracional

 com alguma coisa, a essência vibracional daquilo irá de algum modo

 começar a se manifestar em sua experiência.

 

Deste modo, podemos dizer que o Universo responde ao que você está

 emitindo vibracionalmente, ao seu ponto de atração, aos pensamentos

que anda pensando e à maneira como se sente. O Universo não está

respondendo àquilo que já se manifestou em sua experiência. Em vez

 disto, está respondendo à vibração que você está oferencendo agora.

O Universo não faz distinção entre você realmente ter um milhão de

dólares ou estar pensando que tem um milhão de dólares. E o seu ponto

 de atração é relativo a seus pensamentos e, não a suas manifestações.

 Abraham Hicks - Tradução de Monica Grohmann



Como Posso Saber o Que Estou Atraindo?

A chave para trazer algo para sua experiência é atingir uma harmonia

 vibratória com o que deseja. E a forma mais fácil de atingir a harmonia

 vibratória com o que deseja é imaginando que já o tem, fingindo que

 já está em sua experiência, fluindo seus pensamentos para o prazer

da experiência.  Ao praticar estes pensamentos e emitir consistentemente

 esta vibração, você irá se colocar numa postura receptiva ao que deseja.

 

Agora, prestando atenção ao modo como se sente, você pode facilmente

saber se está dando atenção ao seu desejo ou à falta do que deseja. Quando

 seus pensamentos combinam vibratoriamente com seu desejo, você se

sente bem - sua escala emocional vai do contentamento à aspiração e à

 alegria. Mas se estiver dando atenção à carência ou falta do que

deseja - suas emoções vão oscilar do pessimismo à preocupação, ao

desânimo, à raiva, à insegurança e à depressão.

 

Portanto, ao tornar-se conscientemente atento às suas emoções,

você sempre saberá como está indo em seu Processo Criativo na parte

de permitir (a manifestação do seu desejo), e nunca mais vai ficar sem

 entender porque as coisas deram no que deram. Suas emoções são um

 maravilhoso sistema de orientação para você e,  se prestar atenção à elas,

você será capaz de guiar-se a qualquer coisa que deseje.

Abraham-Hicks - Ask and It Is Given - pags. 26 e 27 - Tradução de Claudia Giovani



Lei da Atração

Lembre-se: Você vive num Universo Vibracional onde

todas as coisas são administradas pela Lei da Atração.

Você manifesta aquilo que pensa, seja isto algo

 desejado ou indesejado porque assim que você

adquire alinhamento vibracional com alguma

coisa através de sua atenção, a essência vibracional

 daquilo irá de algum modo começar a se manifestar

em sua experiência.

Deste modo, podemos dizer que o Universo responde

ao que você está vibracionalmente emitindo, ao seu

 ponto de atração, aos pensamentos que anda pensando

 e à maneira como se sente. O Universo não está

 respondendo aquilo que já se manifestou em sua

 experiência, em vez disto, está  respondendo à

vibração que você está oferencendo agora. O

Universo não faz distinção entre você realmente

 ter um milhão de dólares ou estar pensando que

 tem um milhão de dólares. Seu ponto de atração é relativo a seus pensamentos,

não à suas manifestações.
 
Abraham-Hicks - Tradução de Monica Grohmann


Sua tarefa individual é manter a si mesmo, a si mesmo, em alinhamento

vibracional com seus próprios desejos. Sua tarefa não é dar conta

daquilo que os outros estejam pensando. Nao é chegar a entender o

que todos entendem. Nao é misturar seus desejos ou suas crenças

com as de ninguem.

Abraham-Hicks - G 9/1/04  Albuquerque, NM
- Tradução de Monica Grohmann



Peça e Será Dado

Do Worshop com Abraham em Ashland, Oregon, 16/05/05

.... Sempre foi peça e será dado.

Nunca foi "peça e faça alguma coisa certa e será dado".

Nunca foi "peça e faça algo para merecer".

É pedir e permitir. Pedir e permitir.

Tradução de Claudia Giovani - setembro/2005



A Lei Simplesmente É

"Você atrai através da sua vibração. Tudo no Universo está sob a
 poderosa Lei da Atração ... E quando você vibra dor, não pode atrair
 alegria. A vibração da dor atrai apenas dor. A vibração da alegria
 atrai alegria, a vibração da doença atrai doença ... A Lei É, e o
 maravilhoso disto é que quando entende a Lei, e é sensível o
 bastante para sentir como está vibrando, então você está no controle
 da sua experiência."

 Abraham-Hicks - Tradução de Claudia Giovani









RECETAS SANAS NAVIDAD

Escrito por adelgazarconapoyo 20-12-2006 en General. Comentarios (0)

Consejo:

El bonito pertenece al grupo de los pescados azules,

 que se caracterizan por su contenido en grasa omega 3.

Este tipo de grasa tiene un efecto muy beneficioso para la salud,

 ya que contribuye a disminuir el colesterol sanguíneo y otros

 factores de riesgo de las enfermedades cardiovasculares.
Por otro lado, el pescado azul aporta proteínas de buena

calidad y vitaminas, entre las que destaca la vitamina D (que

es necesaria para la absorción del calcio).

 

Crema de marmitako

 

Ingredientes:

1 rodaja de bonito
1 pimiento verde
1 cebolleta
3 pimientos morrones asados
2 ajos
6 cuch. de pimiento choricero
4 patatas
Aceite virgen extra
Agua
Sal
Para el fumet:
1 puerro
½ pimiento verde
½ cebolleta
Espinas y pieles de bonito
Perejil
Agua
Sal

Preparación:
• Limpia la rodaja de bonito de piel y espinas y filetéala.

• Prepara un fumet de pescado. Para ello cuece a fuego medio

 durante 20 minutos en una cazuela con agua y sal, todos los

ingredientes del fumet ( puerro, pimiento, cebolleta,

las espinas y pieles de bonito y perejil).

• Pela las patatas y trocéalas. Cuécelas durante 4 minutos en

la olla rápida con un poco de agua y sal. Una vez cocidas,

 tritúralas con un poco del fumet y un poco de aceite, hasta

conseguir una emulsión ligera.

• Filetea los ajos en laminas, colócalos en una cazuela con

aceite hasta que se doren, incorpora los pimientos morrones y

 la carne de pimiento choricero. Cocina durante 5 minutos. Cuando este

hecho, añade un poco de fumet y tritura con la batidora.

• Pica el pimiento verde y la cebolleta en juliana y pon a pochar en una

sartén con aceite. Cuando este hecho, añadir los filetitos de bonito

sazonados y cocinar brevemente por los dos lados.

• Sirve en copas, colocando en la base unos filetes de bonito con

 fritada, cubre con el puré de patatas y finalmente vierte por todo

la superficie el puré de pimientos (rojo con choricero). Decora

con un poco de fritada.

 

 

Tatin de piña

 

 

 

Consejo:
- La piña está muy indicada en regímenes de adelgazamiento

ya que es un reductor del apetito. Además mejora la calidad del

esmalte dental, purifica la sangre, alivia los catarros, calma la tos,

 la gota y la artrosis.

 

Ingredientes:

10 rodajas de piña en almíbar
3 huevos
3 cucharadas de azúcar
100 gr. de harina
½ sobre de levadura
100 gr. de azúcar moreno
40 gr. de mantequilla
1 naranja
1 kiwi
1 pizca de sal
hojas de menta

Preparación:


Pon a fundir en una sartén, el azúcar moreno con la mantequilla

hasta conseguir un caramelo oscuro, sin dejar de remover. Baña

el interior de un molde con este caramelo.

• Corta las rodajas de piña por la mitad y cubre el molde. Casca

los huevos y colócalos en un bol. Agrega el azúcar y móntalos

con una batidora de varillas eléctrica.

• Mezcla la harina, la levadura y la sal e incorpórala a los huevos

con movimientos envolventes. Agrega un poco del caldo de la

 piña y mezcla. Vierte sobre las rodajas de piña e introduce

 en el horno a 200ºC durante 25 minutos.

• Una vez horneada , vuelca la tarta sobre una fuente para

darle la vuelta. Pela la naranja y el kiwi y saca unos gajos.

 Decórala con unas hojas de menta y los gajos de frutas.

IMPORTANTE

Escrito por adelgazarconapoyo 18-12-2006 en General. Comentarios (0)



Um estudo feito em 2003, pela Weight Watchers (organização internacional da qual faz parte o Vigilantes do Peso) mostrou que, uma vez que se emagrece, é possível manter a perda de peso no longo prazo. Esses resultados são significativos quando comparados aos do relatório do Instituto Nacional de Saúde (INS/EUA)1 sobre uma variedade de métodos de emagrecimento, variedade esta que sugere que a manutenção da perda de peso é improvável depois de um ano, e praticamente impossível depois de cinco anos.

 

O estudo examinou pessoas que completaram o

programa de emagrecimento e a fase da

 manutenção do Vigilantes do Peso, atingindo

suas metas e mantendo a perda de peso durante

seis semanas. E foi conduzido pela WAC Pesquisas

e Consultoria Estratégica, líder no mercado de

empresas de pesquisa. O Dr. Michael Lowe, Ph.D,

da Universidade de Drexel (Filadélfia),

liderou o projeto.

O estudo mostra que, após dois anos, foi mantida

uma média de 87% (dados fornecidos pelas

próprias pessoas) e de 72% (dados ajustados)

da perda de peso dos participantes.*
Estes resultados contrariam a crença popular de

que o peso perdido volta rapidamente. Tal crença,

no entanto, deve-se em parte ao relatório do INS,

o qual indica que, depois de um ano, a média

esperada de manutenção de peso pode ser de

somente um terço do peso perdido.

O estudo fez uma pesquisa telefônica aleatória

 entre pessoas que atingiram um peso saudável

(definido por um IMC de 25 ou abaixo) no

 programa do Vigilantes do Peso.2 Para que fossem

classificados e contatados, os participantes tinham

que ter completado o programa de perda de peso

 e as seis semanas de manutenção. O peso inicial, a

meta atingida e a fase da manutenção foram

 todas registradas em reuniões do Vigilantes

do Peso – 246 pessoas foram incluídas nas pesquisas

de dois anos, e 135 na de cinco anos.

Por telefone, os participantes informaram seu

peso atual. Aplicou-se um fator de ajuste aos

resultados com base nas respostas de um

grupo comparável e que, além de entrevistado

por telefone, foi convidado a se pesar em local

específico da Weight Watchers. Também foram

divulgados os resultados de cinco anos. Enquanto

o relatório do INS indica que “quase todo” peso

perdido é recuperado em cinco anos, esse

novo estudo mostra que ao fim de cinco

anos foi mantida, em média, 69% (dados próprios)

e 50% (ajustados) da perda de peso

dos participantes.*

“Esses resultados oferecem esperança às

pessoas que estavam desanimadas com a

projeção da perda de peso ser por um curto

período”, conclui o dr. James M. Rippe, diretor do

Rippe Lifestyle Institute e uma autoridade

norte-americana no ramo de cardiologia preventiva,

saúde e perda de peso no longo prazo.

“Especialmente agora, quando a obesidade

 atingiu níveis perigosos em nosso país, devemos

nos concentrar na perda duradoura

de peso como um componente

fundamental para combater

esse importante problema de saúde

nacional e reverter esta tendência.”

O método abrangente de emagrecimento do

Vigilantes do Peso, que combina aspectos

científicos da alimentação, a atividade física e

as mudanças de hábitos, com reuniões semanais

e suporte em grupo, foi o método utilizado por

todos os entrevistados da pesquisa.

“Na qualidade de especialista em obesidade, que

cuida de pacientes há mais de 20 anos, fico

animado com os resultados da pesquisa, pois eles

mostram que a manutenção de peso é atingível”,

aplaude o dr. Michael R. Lowe, psicólogo clínico e

 professor da Universidade de Drexel, que ajudou

a formular o estudo e a analisar os resultados.

“A maneira como uma pessoa perde peso influencia

diretamente no sucesso que terá para manter a

perda ao longo do tempo e, no Vigilantes do Peso,

os associados aprendem a comer com mais saúde,

aprendem a aumentar a atividade física e a lidar

com as dificuldades encontradas em atingir e

manter o emagrecimento”, esclarece Karen

Miller-Kovach, responsável pelo desenvolvimento

do programa e cientista-chefe da Weight Watchers

International Inc. “Tudo está voltado para a perda

de peso e a manutenção duradoura do peso ideal.”

De acordo com o dr. Rippe, “os resultados da

pesquisa são esclarecedores e interessantes”.

Tanto que ele aceitou colaborar com o Vigilantes

do Peso em futuras pesquisas, para avançar a

compreensão sobre a manutenção de peso. O

Rippe Lifestyle Institute é uma das organizações

 líderes em pesquisas, comunicação e estímulo

à saúde do mundo.

1 Methods for voluntary weight loss and control. Technol. Assess. Conf. Statement; 1992 30 mar / 01 abr. Bethesda (MD): National Institutes of Health, Esc. de Aplicações de Pesquisas Médicas.
2 Lowe M, Thaw J, Miller-Kovach K. Long-Term Follow-up Assessement of Successful Dieters in Commercial Weight-Loss Program. International Journal of Obesity 2005; 28 (Suppl 1): S29

*

O Vigilantes do Peso (Weight Watchers) não garante

que os resultados apresentados sejam

representativos de todos os participantes

de nossos programas. Para muitos participantes,

a perda de peso é temporária. É possível que

alguns deles, a pedidos de seus médicos,

tenham metas de IMC acima de 25.



© 2006 Weight Watchers International, Inc. Todos os direitos reservados

OBESIDAD: INFORMACIÓN IMPORTANTE

Escrito por adelgazarconapoyo 15-12-2006 en General. Comentarios (0)

Obesidade: qual é a sua?


Nutricional, comportamental ou psicológica? Descubra seu tipo de excesso de peso e a melhor forma de livrar-se deste mal que afeta milhões de brasileiros

FOTOS: SÍMBOLO IMAGENSA obesidade preocupa e tira o sono de muita gente por causa do impacto que tem na saúde e no convívio social das pessoas. Ela facilita o surgimento de doenças como hipertensão e diabetes, prejudicando a qualidade de vida e encurtando os anos vividos. E o que é pior: não pára de crescer, sendo considerada a epidemia do século. “Cerca de 40% da população do País está com sobrepeso e este número sobe a passos largos, já que ela é uma doença multifatorial que se dá por meio de alterações hormonais, genéticas e ambientais”, explica a psicóloga Marlene Monteiro da Silva, coordenadora do Curso de Transtorno Alimentar e Obesidade do Hospital das Clínicas, (SP). Apenas 2% dos obesos tem sobrepeso devido ao fator genético e o restante está relacionado aos hábitos nada saudáveis como sedentarismo, aumento do consumo de gordura, depressão e estresse. “Antigamente as pessoas eram tratadas apenas com dieta alimentar. Hoje, tudo mudou, pois já se sabe que apenas fazer regime não resolve nada para quem tem depressão”, afirma o médico psiquiatra José Rui Bianchi, autor do livro Emagrecer também é marketing, da DVS Editora. Os tipos de obesidade mais comuns são: nutricional, comportamental ou psicológica. Conheça cada um:

Nutricional: cuidado com o prato

Neste caso, as pessoas ingerem alimentos sem valor nutricional adequado, exagerando na quantidade e nas calorias. Por isso, engordam além da conta. “Geralmente elas consomem grandes porções de gordura, carboidratos, proteínas e poucos legumes verduras e frutas”, explica Bianchi. Os maus hábitos podem ser plantados na infância e levados como triste bagagem para o resto da vida. Isso porque as crianças – e boa parte dos adultos — gostam mais de guloseimas e doces do que de verduras, frutas e legumes. “Ela é uma das mais preocupantes a longo prazo porque leva ao acúmulo de colesterol e triglicérides no organismo. Todos sabem que eles trazem o risco de vários males cardiorrespiratórios”, esclarece o especialista. Diagnóstico: quem detecta são os nutricionistas ou endocrinologistas nos exames solicitados durante a consulta. “Detalhes sobre a alimentação das pessoas, logo faz com que peçam os exames”, diz o médico. Tratamento: é feito através de reeducação alimentar, ensinando a comer corretamente, nas horas certas e sem abolir nenhum nutriente.

Psicológica: não desconte tudo na comida!

FOTOS: SÍMBOLO IMAGENSPessoas ansiosas, depressivas e estressadas que se sentem sozinhas, rejeitadas, que têm uma paixão não correspondida, perdas ou qualquer conflito emocional são as mais propensas a desenvolver a obesidade psicológica. “Elas encontram no alimento uma forma de aliviar a dor e devoram tudo por compensação”, alerta Marlene. Com o passar do tempo perdem o controle do que comem, ou melhor, nem percebem porque devoram tudo que vêem pela frente, engordando sem perceber. Não apenas isso está por trás deste tipo de obesidade. Em situações de estresse, por exemplo, o corpo secreta um hormônio chamado cortisol, que libera aminoácidos do músculo, levando-os até o fígado, onde os transforma em açúcar e, posteriormente, em gordura. Em paralelo, a pessoa retém líquidos e acumula massa gorda, principalmente na região do abdômen. “É por isso que muita gente não come quase nada e, mesmo assim, engorda: o organismo já está totalmente desregulado”, ressalta Bianchi. Diagnóstico: é feito através de consulta com psiquiatra ou psicólogo. Tratamento: envolve reeducação alimentar com baixo valor calórico, hábitos saudáveis e acompanhamento com um psicólogo ou psiquiatra.

Comportamental: mude seus hábitos, agora!

FOTOS: SÍMBOLO IMAGENSEssa obesidade surge por causa do estilo de vida. Acomete pessoas sedentárias, quem come depressa, de pé, andando ou não mastiga direito. Há, ainda, aquelas que acreditam em crenças absolutamente superadas, como: “na churrascaria tenho que comer muito para não ter prejuízo”; “estou grávida e preciso me alimentar por dois”; “como a diária do hotel inclui pensão completa, tenho que devorar tudo o que tenho direito”, entre outras bobagens. O problema é que quando estas pessoas caem na real, o organismo já acostumou com a abundância. “Quem comeu ‘por dois’ durante a gestação, dificilmente consegue diminuir a quantidade após o nascimento do bebê”, adverte Marlene. Diagnóstico: é o mais difícil porque depende de uma investigação comportamental minuciosa do endocrinologista para saber porque a doença se instalou. Tratamento: além de reeducar o organismo, é preciso rever os hábitos alimentares. O acompanhamento é feito com nutricionista, psicólogo e professor de educação física.

¿QUIEN CANTA MEJOR EN LA SELVA?

Escrito por adelgazarconapoyo 14-12-2006 en General. Comentarios (0)

Una vez llegó a la selva un búho que había estado en cautiverio, le contaba a todos acerca de las costumbres de los humanos.

Contaba, por ejemplo, que en las ciudades los hombres calificaban a los artistas en competencia, a fin de decidir quiénes eran los mejores en cada disciplina, pintura, dibujo, escultura, canto...

La idea de transplantar costumbres humanas prendió con fuerza entre los animales y quizás por ello se organizó de inmediato un concurso de canto, en el cual se anotaron rápidamente casi todos los presentes, desde el jilguero al rinoceronte.

Guiados por el búho, que había aprendido en la ciudad, se decretó que el concurso se definiría por el voto secreto y universal de todos los concursantes, que serían de esta manera su propio “jurado”.

Así fue. Todos los animales incluido el hombre pasaron al estrado y cantaron recibiendo el más o menos intenso aplauso de la audiencia. Luego anotaron su voto en un papelito y lo colocaron doblado en una gran urna que sostenía el búho.

Cuando llegó el momento del recuento, el búho se subió al improvisado escenario y flanqueado por dos ancianos monos, abrió la urna para leer y comenzar el recuento de los votos del “transparente acto eleccionario”, “gala del voto universal y secreto” y “ejemplo de vocación democrática” (como había escuchado decir a los políticos en las ciudades).

Uno de los ancianos sacó el primer voto y el búho, ante la emoción general, gritó:

— ¡El primer voto, hermanos, es para nuestro amigo el burro!

Se produjo un silencio, seguido de algunos tímidos aplausos.

— ¡Segundo voto: burro!

...¿?...

— ¡Tercero... burro!

Los concurrentes comenzaron a mirarse, sorprendidos al principio, acusadoramente después y por último, cuando proseguían apareciendo votos para el burro, cada vez más culposos y avergonzados de sus propios votos.

Todos sabían que no había peor canto que el desastroso rebuzno del equino. Sin embargo, uno tras otro, los votos lo elegían como el mejor de los cantores.

Y así sucedió que, terminado el escrutinio, quedó decidido por “libre elección” del “imparcial” jurado, que el desigual y estridente grito del burro era el ganador: LA MEJOR VOZ DE LA SELVA Y ALREDEDORES.

El búho explicó después lo sucedido: cada concursante considerándose a sí mismo el indudable vencedor, había dado su voto al menos calificado de los concursantes. Aquel que no podía representar amenaza alguna a su propia proclamación.

La votación fue casi unánime. Sólo dos votos no fueron para el burro: el del propio burro que nada tenía para perder y
votó sinceramente por la calandria y el del hombre que (cómo no), votó por sí mismo. 

Jorge Bucay.